sábado, 2 de dezembro de 2017

O BENFICA NÃO ESTÁ MORTO!



AQUILO QUE OS ÁRBITROS NÃO VÊM, OU NÃO QUEREM VER!!

ATENÇÃO: QUE O BENFICA NÃO ESTÁ MORTO!!! EU ACREDITO... ESPERAVAM UMA GOLEADA?  SENTEM-SE, E ESPEREM PELO FINAL!!!

9 comentários:

  1. Incrível como o defesa Felipe, do Porto, nem amarelo levou neste lance.

    ResponderEliminar
  2. Gil
    Viva à força é a essência
    do Futebol!
    Bjins
    CatiahoAlc.

    ResponderEliminar
  3. Um verdade benfiquista não está constantemente a denegrir o clube, está com o clube nos bons e maus momentos.

    ResponderEliminar
  4. Partamos as máquinas!
    Quando o fumo e o óleo substituíram o cheiro a bosta e a cavalo nas principais cidades europeias oitocentistas e as máquinas chegaram para substituir o trabalho braçal, os operários partiam as máquinas convencidos de que elas eram responsáveis pelo desemprego surgido. Digamos que em Portugal também há muita gente "desempregada" dos velhos hábitos que começou a partir as "máquinas" simbólicas do futuro do Benfica em construção. Exaltada com as derrotas no futebol de onze - como se o Benfica se reduzisse ao futebol de onze e aos euroganhos na Champions -, essa gente vê o futuro como o anjo do quadro Angelus Novus de Paul Klee via o futuro da modernidade: um montão de ruínas, uma tempestade, um desastre total.
    Ora, quando analisamos este Benfica temos dois efeitos: o primeiro consiste em reduzir o Benfica ao futebol de onze; o segundo consiste em pretender resultados vitoriosos instantâneos no futebol de onze.
    Muito em particular, benfiquistas exaltados, falsos benfiquistas e capangas das hostes do Puto da Camorra e do Mestre Ubu atacam o futuro formador e universitário do clube cujos trabalhos já começaram. A ideia é esta: deixemos o oneroso futuro formador em paz e ponhamos o Benfica da Liga A com reforços externos de jeito e a ganhar tudo sempre. Não há meio termo: é sempre para sempre com reforços. Por outras palavras: temos a alma na estranja, os bons jogadores só podem estar lá fora. Santos de casa não fazem milagres - eis a filosofia do benfiquismo periférico, de aldeia atraída pelo néon exterior.
    Nesse interim, emocionados, hostis à formação cientificamente conduzida, não somos capazes de ver a actual fase de transição, híbrida, mestiça, em curso: o Benfica está a sair de uma fase da sua história e começou a dar os primeiros passos na outra fase, a fase da modernidade formadora e empresarial. Estamos de tal maneira agarrados a partes da fase antiga que estamos cegos ante o futuro em marcha, futuro que amaldiçoamos com todas as nossas forças como o anjo de Klee. Futuro que contempla em absoluto novos métodos de formação dos futuros atletas e, entre outras modalidades, a do futebol de onze. Futuro que é caro, futuro que exige dinheiro para múltiplos usos, futuro que será cada vez mais mundializante, multinacional. Os desaires que estão a acontecer no futebol de onze - nas outras modalidades nada disso sucede - têm absolutamente a ver com a entrada na nova fase. Os pistons são outros, o carburador é diferente. A pouco e pouco estão a chegar - e continuarão a chegar - à equipa do futebol de onze novas caras, jogadores jovens, novas modalidades de jogo, processo que requer tempo e acertos. Isto é um processo dialéctico, não um estado fixo, não obra apenas de A ou B. Desaires hoje, vitórias reforçadas amanhã.
    Raivosos, sedentos de agressão, investimos contra LFV, contra RV, contra o que alguns chamam depreciativamente "superestrutura", queremos linchamentos imediatos, cabeças penduradas, a catarse das coisas cheias de sangue.
    Mas o que verdadeiramente sabem os benfiquistas dos processo em curso no clube? O que verdadeiramente sabem sobre a modernização em curso? O que verdadeiramente sabem sobre a modernidade nas outras modalidades? Quando deixarão os benfiquistas de reduzir o clube ao futebol de onze imediato, ao futebol de onze sopa de pacote, ao futebol de onze pronto a servir com reforços pagos a peso de ouro?
    Quando abandonarão o benfiquismo medievo, o benfiquismo chorão, o benfiquismo das vísceras, o benfiquismo do presente, o benfiquismo-Cro-Magnon?
    https://oubenficaouracha.blogspot.com/2017/12/partamos-as-maquinas.html

    ResponderEliminar
  5. Ainda bem pois assim ... o campeonato anda ao rubro =)

    ResponderEliminar
  6. Bom dia Gíl!
    É isso: amor ao futebol.
    Bjins
    CatiahoAlc.

    ResponderEliminar
  7. BOA NOITEE.
    NUNCA ESTARÁ MORTO ENQUANTO EU VIVER!!!!
    SÓ LAMENTO O FUTEBOL,VIRAR CAMPO DE BOXE
    VIVA O BENFICA,SEMPRE!!!!!

    ResponderEliminar
  8. O campeonato ainda nem vai a meio, e por enquanto cada grupo, mormente os grandes clubes, anda só dependem deles.
    Abraço

    ResponderEliminar
  9. É igual o Sport aqui na ilha do retiro, ele ainda esta vivo,
    Obrigado pela visita.
    Blog:https://arrasandonobatomvermelho.blogspot.com.br
    Canal:https://www.youtube.com/watch?v=DmO8csZDARM

    ResponderEliminar