domingo, 9 de outubro de 2016

O Benfica e os que por " ELE" passaram...

Léo voltou a jogar de águia ao peito (Foto Ivan Storti)

«O Santos não podia perder...» - Léo
Foram 90 minutos de coração dividido. Aos 41 anos, Léo despediu-se dos relvados num jogo que reuniu os dois clubes do coração: Santos e Benfica. O empate (1-1) era, por isso, o desfecho desejado pelo antigo lateral.

«Se o Santos podia perder? Não, não podia [risos]. Graças a Deus deu tudo certo», congratulou-se, em conferência de Imprensa, analisando as incidências da partida:

«Fiquei temeroso, porque o jogo estava rápido, às vezes violento. Mas acabou dando tudo certo.»

Léo reforçou o sentimento de gratidão para com o Benfica, enaltecendo a imediata disponibilidade das águias para participarem na festa da sua despedida:

«Foram os dois clubes da minha vida. Eu sempre tive muito respeito e gratidão. Saí do Benfica quando tinha acabado de renovar, voltei agora quando o presidente [do Santos] queria fazer a festa para a Vila [Belmiro]. Fui com ele, e foi o meu regresso a Portugal. Jamais esperava a receção que tive, dos adeptos. Não causaram nenhum empecilho, aceitaram na hora. Foi cair a minha ficha mesmo hoje, ter tanto carinho assim. Só posso agradecer ao Benfica.»

Nos planos do brasileiro está deslocação ao Velho Continente.

«Pretendo ir para a Europa passar seis meses, um ano. Visitar clubes, vendo gestão, logística. É necessário, o futebol exige isso. É primordial agregar à experiência dentro de campo», explicou. AQUI

--------------------------------
Nota minha:-Mais importante que uma vitória do Glorioso, é saber que, por ELE, passaram "pessoas"que jogaram de alma e coração, sempre respeitando o Emblema que carregaram ao peito e sempre honraram o clube, e mesmo do outro lado do Atlântico, sentem orgulho pelo Benfica. Designado-o como a sua "segunda casa" ...O Benfica é Enorme...

1 comentário:

  1. Léo foi um esteio como jogador e como pessoa que passou pelo Benfica. Felicidades para ele.

    ResponderEliminar