quinta-feira, 7 de abril de 2016

Todos nós acreditamos. Queremos "incendiar" a glória benfiquista na próxima 4.ª Feira.

.......................
Uma grande verdade. A fé e o empenho, garra e força mental, são características de todos os benfiquistas. Tal é extensivo aos jogadores, equipa técnica, direcção gloriosa. Acredito que vamos eliminar o Bayern. O Inferno da Luz vai estar ao rubro. As bancadas vão estar repletas de gente de coração vermelho e de uma alma grandiosa que, tenho a certeza, irão aplaudir e puxar pela equiupa do 1.º ao último minuto.

Podemos ser eliminados? Claro que sim. O Bayern é, neste momento, talvez a equipa de futebol mais forte do mundo em valores individuais. Mas na vontade e querer ser mais forte, na vontade indomável de vencer, não é superior à nossa equipa. 

Tudo pode acontecer, e nesse acontecer, queremos na próxima 4.ª feira "incendiar" a glória benfiquista.

CARREGUEM GLORIOSOS
.

3 comentários:

  1. Bom dia, Gil António.Obrigada

    Eu acredito! Basta jogarem com GARRA de VITÓRIA.

    Carrega Benfica!!

    ResponderEliminar
  2. https://www.facebook.com/paulacartaxoo07/04/16, 12:02

    Boa tarde
    Eu acredito sempre até ao ultimo segundo!
    Sempre Juntos

    ResponderEliminar
  3. Sobre as porcas e ordinárias palavras do homem do vinho de Palmela, o Benfica reagiu em comunicado
    ..........................
    Através de comunicado emitido no seu site oficial, o Benfica reagiu às recentes declarações de Octávio Machado, nas quais o dirigente do Sporting referiu que João Capela já estaria reservado por parte do Conselho de Arbitragem da FPF para arbitrar o duelo entre águias e Académica.

    Leia o comunicado na íntegra:

    O tempo acelerou, e o futebol evoluiu, mas há quem teime em não perceber isso. Há quem tenha parado no tempo, agarrado a velhas táticas parolas e provincianas que marcaram uma época no futebol português, mas isso já foi há 20 anos.

    Insinuar é demagógico, lançar a suspeição de forma gratuita é abjeto. Para sermos respeitados, temos de saber respeitar.

    Octávio Machado questiona as opções do selecionador nacional, coloca em causa a competência e a independência da FPF e da Liga e, pior, lança de forma cobarde a suspeição sobre o árbitro João Capela, como lançará sobre cada um dos árbitros que até final do campeonato vierem a arbitrar jogos do SL Benfica.

    Mas, para sermos credíveis, temos de ser coerentes. Quando a difamação, a insinuação e o insulto passam a fazer parte da nossa pele e da nossa história de vida, o que dizemos deixa de ter sentido ou valor.

    Lembram-se do que Octávio Machado já disse de Jorge Nuno Pinto da Costa, de José Roquette e, já agora, de Bruno de Carvalho? Já disse tudo e o seu contrário. O seu curriculum a nível de declarações públicas é o retrato que melhor ilustra a sua credibilidade. Ou, melhor, a falta dela.

    O oportunismo da palavra é evidente, lança as mais torpes suspeições sobre quem quer que seja, se achar que disso pode tirar alguns dividendos.

    Lançar a suspeição sobre o carácter e a integridade dos árbitros portugueses revela pequenez de espírito, cobardia intelectual e, acima de tudo, uma gritante falta de ética e princípios.

    Uma coisa é certa, a aparente impunidade que este tipo de declarações tem merecido por parte dos órgãos jurisdicionais competentes não ajuda a credibilizar o futebol português.

    Não se tratou de um ato isolado, mas de uma prática repetida que, apesar de já ter sido denunciada, não mereceu até agora qualquer castigo por parte da Liga ou da FPF. E esta aparente inércia tem-se revelado um convite à repetição deste tipo de práticas que só ajudam os medíocres.

    E, sim, Octávio Machado tem razão num ponto. Há uma grande diferença entre João Mário, Adrien Silva e Renato Sanches.

    É que Renato Sanches tem, no SL Benfica, dirigentes que sabem respeitar o valor de todos os jovens talentos portugueses, sejam eles de que clube forem. No Benfica, respeitamos e valorizamos o contributo de João Mário e Adrien Silva na seleção nacional, pelos vistos Renato Sanches não conta com esse mesmo reconhecimento por parte dos dirigentes do Sporting Clube de Portugal.

    ResponderEliminar