sexta-feira, 10 de julho de 2015

Maxi Pereira pagou uma promessa fazendo-se acompanhar de???

Muito se tem falado de Maxi Pereira. Todos os jornais sem excepção já o colocaram ao serviço do Porto, digamos até que de forma insistente.

A verdade é que Maxi Pereira continua de férias e nunca disse que ia jogar no Porto, antes pelo contrário, sempre disse que, em Portugal só jogaria no Benfica. Sei ( sabemos) que em geral e no particular do futebol, o que hoje é verdade amanhã é mentira e vice-versa.

Não deixa contudo de ser curioso que, Maxi Pereira, já não sendo jogador do Benfica - terminou o seu vínculo ao clube no passado dia 30 de Junho -, tenha nesta Sexta-Feira, se dirigido à capela de San Cono, na cidade uruguaia de Florida, para cumprir uma promessa. 
Até aqui nada de anormal. O talvez menos normal é que se tenha feito acompanhar,  e nessa Capela ter entregue … uma camisola do... Benfica, autografada por si.

Claro que não se sabe qual o contexto da promessa que quis pagar mas o que não deixa de ser verdade é que este ato não deixa de ter alguma relevância, aos olhares dos benfiquistas.

Uma outra verdade é que Maxi Pereira, a quem  a CS já comprou uma vivenda de 25 quartos e 10 WC, para além de uma cozinha para 69 pessoas, nas proximidades da casa de Pinto da Costa, equipada com piscina, terra para semear couves e batatas, onde as árvores de fruta, são o ex-libris, dos terrenos congéneres à dita vivenda, com um placard no portão a dizer: “”Assinei contrato por 4 épocas a ganhar 5 milhões por cada uma””, ainda não o conseguiram ver por aquelas bandas, pois verifica-se que, a moradia e o resto, continua ao abandono, não se sabendo se será para o Casilhas ocupar um dia destes.

Será que a CS se enganou? Mas será possível que se tenha enganado, logo essa, a CS, que faz da verdade seu ponto de…desonra?

O certo é que o Puerto já partiu para terras de outros ares - Horst - Holanda - e Maxi Pereira não fez parte da comitiva. Talvez essa zona seja perto do Uruguai e assim as deslocações feitas de carro – sim porque o Puerto já não dever ter euros para pagar viagens de avião ao Maxi, depois do que terá que gastar/pagar ao Casilhas – onde poderá juntar-se aos seus futuros – diz a CS – companheiros de perdição.

Será mesmo assim meus senhores da Comunicação Social?
...............

5 comentários:

  1. MAXI já era para nós. Os do foculporto até já o subiram de posto, em vez de caceteiro é agora RAÇUDO!!!
    Não está o Maxi mas está o Manel...

    ResponderEliminar
  2. José Raimundo10/07/15, 22:28

    Um texto à maneira!!! Gostei da ironia!!!!
    Não podemos perder a esperança

    Carrega para o 35...............

    ResponderEliminar
  3. Lool...Tenho em mim que....O Maxi voltará!!! Digo eu, não sei! :-)

    Adorei este artigo!

    ResponderEliminar
  4. Será que o queremos de volta eu não um traidor não merece mais.

    ResponderEliminar